fechar× Entre em contato 71 3242-1084 / 3491-0710

Portaria remota

SISTEMA REDUZ CUSTOS EM 50% E PROPORCIONA SEGURANÇA POR 24H NOS CONDOMÍNIOS

Com os custos cada vez mais elevados, os síndicos buscam formas de reduzir os gastos mensais nos condomínios. E uma das ações é a instalação da portaria remota, que substitui a presença física de um porteiro por um gerenciamento à distância. Esta medida impacta na folha de pagamento e pode até reduzir a taxa condominial.  

Ao chegar no condomínio, o porteiro remoto fará a comunicação via interfone e após a liberação, as portas serão abertas remotamente. “Já a entrada de moradores é feita com um sistema de identificação que reconhece biometria, cartões magnéticos, controle, e chave virtual (App)”, contou Diego Corrêa, diretor do Grupo Alerta.

De acordo com Diego, a portaria remota consegue manter no condomínio o serviço de portaria por 24h, reduz os custos mensais em aproximadamente 50%, aprimora o gerenciamento do fluxo de acesso, monitora todos os acessos e perímetro, aumentando, desta forma, o nível de segurança. “Uma vez que mantemos uma equipe de atendimento à distância 24h, sem correr o risco de ser surpreendido e estando totalmente aptos e treinados para qualquer demanda”, contou Diego. 

Com o intuito de reduzir o valor da folha de pagamento com funcionários e reduzir o valor da taxa condominial, a síndica Rozana Oliveira, do Condomínio Ilha de Capri decidiu implantar a portaria remota. “Gastávamos com funcionários em torno de 15 a 18 mil reais, hoje gastamos R$ 5 mil. Com isso, reduzimos a taxa condominial, e os moradores têm mais independência para entrar e sair do prédio”, contou a síndica. 

O zelador é uma figura essencial em condomínios com portaria remota. “Para receber encomendas ou acompanhar prestador de serviço, a empresa mantém contato direto com o zelador e, no caso de emergência, o porteiro remoto, aciona a equipe de pronta-resposta que se deslocará imediatamente até o local, além de acionar as forças públicas de segurança”, contou Diego. 

Com a implantação deste modelo, os moradores têm a opção de cadastrar o acesso por coação, possibilitando que a equipe à distância haja em uma situação de risco. “Realizamos também estudos para viabilizar o monitoramento perimetral através de cerca elétrica ou sensores ativos, protegendo toda a extensão do condomínio contra possíveis tentativas de intrusão. São todas essas soluções que permitem unir tecnologia e segurança, a baixo custo para o condomínio”, finalizou Diego.

Carla Brayner, 16.DEZEMBRO.2019 | Postado em Tecnologia
  • 1
Exibindo 1 de 1

Carregando...