Banner
 

11/11/2013

A união faz a força!

Por Carla Brayner

Moradores e síndicos estão engajados para melhorar o dia a dia dos bairros

Problemas de infraestrutura, organização, limpeza e, principalmente, segurança. Esses são os itens mais discutidos em reuniões e assembleias, porém, em alguns lugares, certas situações passaram a ser insustentáveis, e foi necessário unir os moradores com o poder público para contornar o problema. 

Nesta edição vamos mostrar o trabalho que está sendo desenvolvido em Stella Maris, Petromar, Praia do Flamengo, Pituba, Alphaville 1 e Jardim Armação. 

Stella Maris, Petromar e Praia do Flamengo

No dia 19 de outubro, cerca de mil pessoas fizeram uma manifestação pelas ruas de Stella Maris pedindo mais segurança para a região. Nos últimos tempos, a área tem sofrido com problemas de segurança, agravados pela falta de iluminação, pavimentação de ruas, mato alto, sobretudo em áreas próximas às dunas. 

A manifestação surtiu efeito, os moradores formaram uma comissão do Movimento pela Segurança de Stella Maris, Petromar e Praia do Flamengo, que foi recebida pelo secretário estadual de segurança pública, Maurício Barbosa, para solicitar e traçar ações que pudessem melhorar a segurança. Neste encontro, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) se comprometeu em manter rondas intensivas, reforçar o empenho no tra­balho de investigação para solução de crimes ocorridos na área, estudar a possibilidade de instalar novas câmeras de segurança e instruiu os moradores e comerciantes a formarem um Conselho Comunitário de Segurança, que irá trabalhar em parceria com as polícias Civil e Militar. Além disso, ficou acertado que a comissão irá encontrar com o prefeito ACM Neto para solicitar a melhoria na pavimentação das ruas, iluminação e presença da Guarda Municipal. 

Através do conselho, os moradores poderão ajudar muito mais, denunciando as ações suspeitas. Na Pituba, o conselho foi montado e  reduziu em 30% os índices criminais. 

Pituba



Equipe do conselho comunitário da Pituba

Em 19 de março deste ano foi criado o Conselho Comunitário Social e de Segurança Pública da Pituba (Conseg - Pituba), em parceria com a Polícia Militar (13ª CIPM) e a Polícia Civil (16ª). Até o mês de outubro já foi possível detectar a redução de 30% dos índices criminais na região, de­vido ao contato mais próximo com  oradores e co­merciantes, que fez com que a comunidade senti-se mais à vontade para revelar os problemas como assaltos, movimentação de pessoas estranhas, etc, e consequen­temente, permitindo que a polícia melhorasse a atuação das viaturas na área, com policiamento preventivo. 

O conselho gera credibilidade, confiança, fortalece a atuação da polícia e amplia a representatividade pública perante os órgãos públicos. “A comunidade nos faz ter conhecimento sobre as ações criminosas e conseguimos agir corretamente e pontualmente”, informou o delegado Nilton Tornes, da 16ª Delegacia Territorial (Pituba, Itaigara e Caminho das Árvores). 




Para atrair a participação dos habitantes e comerciantes locais, o conselho planeja algumas ações. No mês de outubro, por exemplo, participaram da 19ª Feira de Integração,  promovida pela Igreja da Pituba, na Praça Wilson Lins, no local os membros distribuíram fo­lhetos e disseminaram informações, indo de barraca em barraca, pessoa por pessoa, avisando o local e horário onde ocorrem as reuniões, qual a composição diretiva, objetivo, metodologia, e contatos.

Alphaville 1

Em 2002 foi criada a Associação Alphaville Salvador Em­presarial, formada por membros detentores de lotes na época, que criaram o estatuto do local seguindo as normas do Alphaville Urbanismo S/A do Brasil. Em 02 de abril de 2013, foi instituída a nova gestão da Associação, com o presidente Alex Fialho, síndico profissional e administrador de condomínio. “Criamos um conselho fiscal para termos uma gestão mais transparente e eficaz. Todos os associados recebem nosso balancete de custos”, afirmou Alex.

Os lotes associados estão divididos entre residenciais e comerciais, todos contribuem com uma taxa mensal para manter a saúde ambiental, limpeza das ruas, paisagismo, iluminação e segurança. Além disso, a entidade conta com uso de publicidade de forma adequada, sinalização e trânsito ordenado. 


Alex Fialho, Presidente da Associação e a técnica de segurança


Regularmente um carro de fumacê percorre a região para prevenir contra mosquitos, principalmente o Aedes Aegypti; como escorre chorume (subs­tância líquida resultante do processo de putrefação (apodrecimento) de matérias orgânicas) do carro de lixo, são realizadas três vezes por semana lavagens nas ruas, que também, são varridas e limpadas diariamente; uma equipe mantém a jardinagem, controla irrigação e presença de pragas;  além da iluminação nos canteiros, que são referência no bairro. 

Além disso, houve significativa melhoria do sistema de vigilância, com cobertura pre­sencial 24 horas por dia, para isso, foi formada a comissão de segurança, com 3 conselheiros, sendo um agente federal, um civil, e um major da Polícia Militar, que auxiliam nas articulações e otimização da segurança. Rondas diárias com motos e carros, rádio nextel para todos os associados, e o monitoramento 24 horas por câmeras, através da Central Fixa de Tv, são as principais ações. 

Regularmente acontecem reuniões com síndicos e associados para ouvir o que está acontecendo pelo bairro e, com isso, promover melhorias.

Jardim Armação 

E com o slogan, “Temos Pressa”, moradores se uniram e formaram o Fórum de Condomínios Residenciais do Jardim Armação (FORMAÇÃO). Denilson Rehem, morador há mais de 3 anos do local iniciou o movimento pela criação de uma entidade que pudesse, através de uma prática verdadeira de organização, democracia e transpa­rência, encaminhar e solucionar as ocorrências do dia a dia do bairro junto à administração pública.

O Fórum busca resolver os problemas de organização, segurança, sinalização, buracos, trânsito, através da união dos moradores e comprometimento dos órgãos públicos. De maio até outubro deste ano foi elaborado o planejamento das ações, através de reuniões semanais do Comitê Executivo. Para isso, foram definidos 11 projetos iniciais: Estamos Seguros?,  Ir e Vir, Bairro Verde, Buracos Não, Bairro Limpo, Construção Legal, Melhor Amigo, Acesso Para Todos, Servir Melhor É 10, Orla À Vista e Porta Certa, foram determinados os coordenadores dos cinco primeiros projetos, e foi iniciada a fase de elaboração dos Planos de Ação desses cinco projetos.

Enquanto isso, foram realizados eventos estratégicos, como a reunião com os vereadores, para apresentação do Fórum e seus projetos, ocorrida no dia 12 de agosto e a audiência com o prefeito de Salvador, com o mesmo objetivo, ocorrida no dia 28 de outubro. Agora, está sendo definida uma data para a realização de Audiência Pública pela Câmara Municipal de Salvador, quando será apresentado o trabalho desenvolvido pelo Fórum, está sendo agendada uma reunião com o Ouvidor Geral do Município, a pedido do prefeito, que deverá ocorrer ainda na primeira quinzena de novembro; está sendo realizada licitação pela prefeitura, a fim de executar serviços de drenagem e asfaltamento da Rua Anquises Reis, cujo início das obras está prevista para a segunda quinzena de novembro (integrante do Projeto Buracos Não) e estudos estão sendo iniciados pela prefeitura, visando a preservação da mata e das dunas próximas ao Centro de Convenções, institucionalizando um parque municipal (integrante do Projeto Bairro Verde).



 

Tags: Cidade  Conselho  Poder Público  Segurança  Síndico  

Comentários

Outras matérias

13/07/2015

Obras irregulares

Cadê o Síndico é uma realização da Editora União Salvador LTDA.

Travessa Francisco Gonçalves, 01, Edf. Reitor Miguel Calmon, Sl. 303
Comércio - CEP:40.015-090 71 3242-1084 / 3491-0710