28/07/2017

Corrupção nos condomínios e como a auditoria pode ajudar

Por: Michele Lordêlo

Pedimos licença aos srs. e sras. gestores condominiais para abordar um tema delicado como este, mas sua relevância, advém de resultados encontrados em nossas auditorias nos últimos meses com atos que envolvem a corrupção na gestão condominial. 

É sabido que a corrupção é: “o ato ou efeito de se corromper, oferecer algo para obter vantagem em negociata...”, corroborada pela “ausência de interesse ou compromisso com o bem comum”; e nos condomínios verificamos que tem aumentado casos como, a permanência de prestadores de serviços por anos sem haver uma mudança do quadro, bem como estão sendo localizadas contratações de prestadores com inadequações, com ausência de transparência ou de capacidade técnica destes, e com preços praticados bem acima do mercado. 

Também são localizadas, a falta de licenças obrigatórias para condomínios ou quando concedidas com irregularidades e tantos outros exemplos que poderíamos evidenciar.

Diante deste cenário, implantamos a Auditoria Total com Compliance a fim de que possamos analisar, criar ou recrear os processos fiscais, contábeis, financeiros, da área previdenciária e trabalhista, de contratos, de recuperação de receitas etc.

O Compliance implica cumprir diretrizes legais e agir de acordo com regras, a fim de detectar e tratar inconformidades, evitando-as. O termo foi criado com base na lei anti corrupção para empresas, mas que se aplicam em vários aspectos na gestão de condomínios. Este serviço evita que haja descumprimento da convenção, do regulamento interno e das deliberações em assembleias; bem como acompanha a responsabilização da gestão na juntada, guarda e bom uso das receitas de todas as naturezas, onde geralmente cabe ao condômino arcar com aumentos de taxas condominiais ou pagamentos de taxas extras, muitas vezes provenientes da inabilidade, desorganização ou desconhecimento do gestor nessa área.

Nossas auditorias sempre foram conduzidas com informações qualitativas, além de toda nossa análise quantitativa, mas com a implantação da Auditoria Total, o diferencial está na análise especializada de áreas que envolvem a segurança contábil e patrimonial, como informações acerca do seguro, elevadores, AVCB e procedimentos trabalhistas, todos estes, caso não estejam adequados, podem provocar problemas que só um trabalho preventivo e especializado pode resolver, já que as penalidades podem ser irreparáveis.


Michele Lordêlo
, contadora, empresária do Grupo Lordêlo de Contabilidade, que reúne a, Lordêlo Audit (Auditoria para Condomínios), Lordêlo Cont (Contabilidade para Empresas) e Lordêlo Trainning (Treinamentos Contábeis para as equipes das Administradoras de Condomínios), especialista em Auditorias para Condomínios, Doutora em Educação e Professora de Cursos de Pós-Graduação. m_lordelo@yahoo.com.br, Tel.: (71) 3351-6952.



 

Tags: Auditoria  Compliance  Corrupção em Condomínio  

Comentários

Cadê o Síndico é uma realização da Editora União Salvador LTDA.

Travessa Francisco Gonçalves, 01, Edf. Reitor Miguel Calmon, Sl. 303
Comércio - CEP:40.015-090 71 3242-1084 / 3491-0710