28/07/2017

Varanda verde

Por: Carla Brayner

CUIDADOS AO CULTIVAR PLANTAS EM ÁREAS DO APARTAMENTO

Muitos desejam plantar uma horta ou levar um pouco de verde para dentro do apartamento, mas não sabem por onde começar. A área verde das residências propõe-se a inspirar pessoas ao cultivo de maneira prática e sustentável. 

A experiência de semear temperos e hortaliças e a conexão com a natureza mesmo em espaços reduzidos gera qualidade de vida aos que realizam a atividade. “Em minha varanda tem tomate, cebola, alecrim, pimenta, coentro, salsa, orégano, hortelã, couve, orquídea, romã, bonsai de jabuticaba, arruda da serra, jasmim, rosa do deserto, pata de elefante, espada de são jorge, morango, capim santo, cactos, suculentas, planta carnívora, manga, tangerina, limão, pitaya, árvore da felicidade, pés de tâmara e bananeira anã. Temos uma rotina de molhar as plantas, ver como elas estão, observar se nasceu algo, comemorar a colheita e ficar triste quando morrem”, conta Marcella Marconi, servidora pública, militante de causas sociais relacionadas ao meio ambiente e meio urbano e dona de uma das varandas mais verdes do condomínio Greenville em Salvador.  

Para escolher as plantas deve-se levar em conta o espaço, a incidência do sol, a existência de vento e salinidade e se tem crianças e animais. “Mesmo sem varanda, uma janela, uma área de serviço ou até um hall podem ser utilizados. Plantas ornamentais e temperos, normalmente são os ideais para começar”, conta Marcella.

Os vasos e estrutura vertical são as formas mais utilizadas para iniciar o jardim. “Pode ser vaso de cerâmica ou vaso auto irrigável, que deve ser escolhido de acordo com o tipo de planta e o tamanho da raiz. O jardim vertical é uma opção de aproveitamento de espaço, pois têm estruturas presas nas paredes, suportes de pallets e madeiras reaproveitadas e até estante. Inclusive, podem ser feitos sob medida”, fala Marcella.




Varanda verde de Marcella Marconi

Algumas dicas:
1. Cuidado com plantas tóxicas em locais com crianças e animais de estimação.
2. Atenção ao colocar vaso próximo ao ralo. As raízes da planta podem invadir a tubulação, e causar problema. 
3. É importante observar os bichos que aparecem. A maioria é inofensivo para seres humanos, mas algumas lagartas, por exemplo, podem causar queimaduras, então vale a pena ter atenção no manuseio. 
4. O ideal é utilizar produtos e receitas naturais para combater pragas em ambientes domésticos.




 

Tags: Hortaliças  Sustentabilidade  Temperos  Varanda  

Comentários

Outras matérias

28/07/2017

Varanda verde

Cadê o Síndico é uma realização da Editora União Salvador LTDA.

Travessa Francisco Gonçalves, 01, Edf. Reitor Miguel Calmon, Sl. 303
Comércio - CEP:40.015-090 71 3242-1084 / 3491-0710