15/09/2016

Aluguel do topo para antenas

Por: CARLA BRAYNER

SAIBA O QUE CONSIDERAR, VALORES E SE EXISTE RISCOS PARA SAÚDE

Estima-se que hoje no Brasil existem mais de 70 mil torres de rádio, TV, telefonia e internet. E a previsão é que esse número dobre em cinco anos. E os locais escolhidos para instalar uma antena desse tipo são os edifícios, o que se torna uma boa oportunidade para auxiliar nos gastos condominiais. 

Normalmente, o síndico é procurado pelas empresas com a proposta de aluguel do topo para instalação de antenas. “Principalmente prédios altos. Normalmente, eles fazem propostas de valores pequenos e prazos grandes. Fazemos uma contra proposta para garantir essa receita por um tempo longo”, informa Ary Cabral, síndico profissional e proprietárioda AC Assessoria Contábil Condominial. 

 “Eu tenho um condomínio que o aluguel mensal é R$ 8.000,00. Eles deram R$ 25.000,00 de entrada na época, aproveitamos e pintamos o prédio. Atualmente temos uma taxa de condomínio apenas para fazer melhorias do prédio, pois o valor do aluguel cobre quase toda a despesa mensal”, conta Rose Smera, advogada e proprietária da administradora de condomínio ADCON.
É importante credenciar as pessoas que terão acesso ao topo, devem estar acompanhadas do zelador, para não praticar danos, e também não tirar antenas individuais do lugar. “Sempre mostrar o contrato ao jurídico para evitar pegadinhas. É importante “amarrar” um contrato bem elaborado, atento às questões de duração, valor e índice anual de aumento, para não correr o risco de uma defasagem após um ano de contrato”, alerta Rose. 

A análise técnica dos eventuais riscos que representa a radiação dessas antenas compete às agências governamentais. “Até hoje, não se conhecem estudos que comprovem que as instalações fazem mal a saúde ou causem interferências em aparelhos domésticos”, declara Rose. 

Seguro

Antes de efetivar o seguro, leia atentamente as condições gerais, principalmente no que tange as exclusões de garantias. “A leitura do contrato de seguro é fundamental para conhecer os chamados “riscos excluídos” em cada uma das coberturas, que não contam com a garantia de indenização”, alerta Nelson Uzeda, professor da Escola Nacional de Seguros, diretor dos Sindicatos das Seguradoras e do Clube dos Seguradores da Bahia , além de executivo da Cia Excelsior de Seguros. 

É importante analisar os itens pertinentes ao contrato firmado com a empresa. “Exigir  copia da apólice de seguro, plantas, novo projeto de pára-raios com atestados, atestados de estabilidade estrutural, responsabilidade civil, Anotação de Responsabilidade Técnica, etc. Até porque existem contratos que ultrapassam prazo de dez anos de locação de espaço e carece desse detalhamento”, informa Uzeda. 

A antena não é de propriedade do condomínio, por isso é recomendável que tenha a garantia de responsabilidade civil, uma vez que em caso de acidentes fatalmente, o condomínio será acionado pelas eventuais vítimas ou perdas.


 

Tags: Aluguel para Antenas  Responsabilidade Civil  Seguro  

Comentários

Cadê o Síndico é uma realização da Editora União Salvador LTDA.

Travessa Francisco Gonçalves, 01, Edf. Reitor Miguel Calmon, Sl. 303
Comércio - CEP:40.015-090 71 3242-1084 / 3491-0710