24/05/2016

A importância de uma filtração eficiente

Por: Antonio Coradinho

Uma piscina para ser tratada eficientemente, deve ter o seu tratamento equilibrado entre o tratamento químico e a filtração. Neste artigo vamos tratar somente da importância da filtração e na qualidade da água a ser tratada.

Segundo a NBR 10330, toda a piscina que tem entre 0,60m e 1,50m de profundidade (a maioria das piscinas sociais de condomínios), deve ter o equipamento de filtração (filtro e bomba) para filtrar o volume da piscina em até seis horas.  Se uma piscina tem 60 m³, a bomba (e o filtro correspondente) tem que ter capacidade de vazão de no mínimo 10m³/hora ou mais. Quanto maior for a vazão da bomba, mais eficiente é a filtração. Mas, devo lembrar que é necessário ter um filtro correspondente a vazão da bomba e principalmente tubulação dimensionada. É aqui que acontecem muitos acidentes, tubulação sub dimensionada criam velocidades de vazão muito altas, que acabam prendendo usuários nos ralos. Normalmente, em piscinas novas estas dimensões são observadas, o perigo é quando numa piscina já construída, resolvem substituir uma bomba danificada por outra de maior potência, sem observar a capacidade do filtro e as tubulações instaladas.

Quanto tempo a filtração deve ficar funcionando?

Os manuais dizem que no mínimo 8 horas, mas este valor é variável e depende basicamente do clima e da quanti­dade de usuários que frequentam a piscina. A melhor maneira de saber se a filtração está sendo suficiente, é analisar a água da piscina. Se estiver dentro dos parâmetros obrigatórios de cloro, de 1 a 3 ppm e PH de 7.2 a 7.6 e a aparência da água for sem brilho, ou turva, a filtração tem que ficar funcionando até a turbidez desaparecer e a água volte ao tom cristalino. Muito sol e calor, aumentam a evaporação do cloro, e a quantidade de usuários, aumenta a quantidade de matéria orgânica na água que precisa ser oxidada (pelo cloro) e filtrada. Portanto a filtração pode ser de 10, 15, 20 horas, ou permanente, para manter a água cristalina. A filtração permanente acontece principalmente em piscinas de hotéis muito frequentados.





Quando trocar a areia do filtro?


Tem fornecedores que dizem que a areia deve ser trocada com dois ou até cinco anos, mas o tempo de vida da areia é variável.  Uma piscina quimicamente bem tratada e a filtração, apesar do aumento das horas de funcionamento, não conseguir deixar a água cristalina, está na hora de trocar a areia. A areia satura quando os grãos de areia, inicialmente em forma de lascas, com a fricção devido a filtração, e material filtrado, começam a ficar redondos, diminuindo a eficiência do filtro. Em piscinas de hotéis onde o uso da piscina é alto, a areia dos filtros é trocada normalmente todo o ano. 






 

Tags: Filtração Eficiente  Filtro e Bomba  Piscina  

Comentários

Cadê o Síndico é uma realização da Editora União Salvador LTDA.

Travessa Francisco Gonçalves, 01, Edf. Reitor Miguel Calmon, Sl. 303
Comércio - CEP:40.015-090 71 3242-1084 / 3491-0710