18/03/2015

Decoração das áreas externas

Por Ricardo Ferreira

No clima de verão, as áreas externas também devem ser decoradas com bom gosto e praticidade. Jardins bem cuidados, móveis resistentes e adequados, cores vivas e materiais de fácil manutenção, transformam o ambiente.

Vários condomínios optam por mobiliário de plástico pelo valor, porém é necessário verificar se os produtos são resistentes e duráveis, devendo ser analisado o custo/benefício, já que estas áreas serão utilizadas por várias pessoas.

Uma excelente sugestão é o uso de móveis com estruturas de alumínio, com assentos e encostos com fibras sintéticas, que facilitam a limpeza e manutenção.

As fibras sintéticas imitam com perfeição as naturais. Prefira os materiais de aparência fosca aos brilhantes, pois são de melhor qualidade. Há variedade de cores para as fibras, como branco, azul marinho e café, mas o tom natural ainda é o mais indicado.

Evitem móveis com almofadas soltas, pois os moradores retiram do local e nos dias de chuva não é possível retirá-los, aumentando a sujeira e danificando mais rápido.

Alguns condomínios, especialmente os mais clássicos, gostam de utilizar móveis em madeira. Estes móveis possuem custo menor e combinam com áreas com vegetação, mas necessitam de manutenção periódica com a aplicação de cera ou verniz.

Buscar soluções práticas também é recomendado. Por exemplo, móveis para a churrasqueira que possam ser utilizados no salão de festas e vice-versa. Por isso, é bom optar por cadeiras empilháveis, que ocupam menos espaço e são fáceis de transportar. 

Colocar cópia resumida do regulamento e uso dos móveis nas áreas de lazer auxiliam bastante no bom uso e conservação dos mesmos pelos moradores.

Oferecendo recursos agradáveis, como móveis confortáveis, entre eles espreguiçadeiras, carrinhos com rodízios, mesas e ombrelones para o sol, além de um belo paisagismo, maior será o uso das áreas comuns.

É importante considerar que esse tipo de obra tem reflexos na valorização do patrimônio, permanecendo no condomínio por um longo período. 

Portanto, não se recomenda que seja realizada por pessoas que possuam apenas boas intenções e se preocupem unicamente com a redução de custos. A contratação de um profissional especializado possibilitará ao síndico dividir responsabilidades e obter maior satisfação da comunidade interna. A aprovação do projeto e do mobiliário a ser adquirido deve ser previamente na assembleia do condomínio.



Ricardo Ferreira é designer de interiores, 
Tel.: 71 3178-1978 / 9976-6286, rferreiradesigner@gmail.com





 

Tags: Áreas externas  Decoração  Designer de interiores  

Comentários

Cadê o Síndico é uma realização da Editora União Salvador LTDA.

Travessa Francisco Gonçalves, 01, Edf. Reitor Miguel Calmon, Sl. 303
Comércio - CEP:40.015-090 71 3242-1084 / 3491-0710